Logo Checktudo

Checktudo - Blog

Antes de comprar é melhor consultar
DNI, o que muda na verificação de score
13 de agosto de 2019

Novo documento único (DNI): o que muda?

Você já se perguntou como seria mais fácil se não tivéssemos que nos preocupar em carregar tantos documentos na carteira? De fato, o novo Documento Nacional de Identificação Digital (DNI) promete substituir documentos muito usados pelos brasileiros no dia a dia como: Cadastro de Pessoa Física (CPF), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Título de Eleitor e certidões de nascimento e casamento.

Aliás, a proposta é que todos os documentos fiquem reunidos e disponíveis online pelo app Vio. Este app é também responsável pela CNH Digital que já está em funcionamento. Ele poderá ser baixado gratuitamente para celulares Android e iPhone (iOS).

DIN é muito mais segura contra fraudes

Conforme declara o Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  responsável pelo programa de Identificação Civil Nacional (ICN), a segurança das informações contidas no DIN será garantida por criptografia. Além disso, o documento eletrônico será válido em todo território nacional e poderá ser utilizado em estabelecimentos que solicitem a identificação. Tudo sem a necessidade das versões impressas. A implementação do DNI estava prevista para 1º de março de 2019, mas foi adiada para 1º de março de 2020, um ano depois, pelo Decreto nº 9.713, de 21 de fevereiro de 2019.

De tal sorte que, ficará mais fácil até calcular o Score e probabilidade de pagamento de cada cliente.

Ver também: Dívida Ativa Nacional – Evite fazer negócio com quem poderá sofrer uma execução fiscal!

Onde é possível solicitar o novo documento DNI?

Apesar do documento eletrônico ainda não estar disponível, já é possível incluir documentos. Dentre eles: PIS-Pasep, carteira de motorista, CPF, Cadastro Nacional de Saúde, carteira de trabalho, identidade profissional e até tipo sanguíneo. O novo modelo de RG já está disponível nos seguintes Estados:

Goiás, Mato Grosso, Acre, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

A previsão é que até março de 2020 o sistema estará implantado em todos os estados do território nacional.

A emissão do novo modelo está disponível, para quem precisa da segunda via ou vai tirar o documento pela primeira vez. Neesse site você pode solicitar o novo documento.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of