Logo Checktudo

Checktudo - Blog

Antes de comprar é melhor consultar
vender carro blindado
12 de fevereiro de 2020

Blindar o carro atrapalha na revenda?

A segurança sempre é um dos requisitos mais importantes quando vamos adquirir um carro. Mas e na hora da revender o veículo? Isso pode influenciar no valor da revenda?

Existem inúmeras modificações que podem ser realizadas em um veículo para garantir a segurança do bem e daqueles que estão nele. A instalação de alarme é a mais comum delas, pois traz a tranquilidade de que o veículo dificilmente será furtado.

Porque blindar o carro?

A blindagem é uma medida mais utilizada principalmente por quem mora em grandes cidades nas quais a violência está mais presente no dia a dia. Ela é destinada a proteger os motoristas e passageiros de tiroteios, balas perdidas, assaltos à mão armada e até mesmo pedras ou madeiras que eventualmente possam danificar o vidro.

No entanto, o valor investido é alto e, na hora da revenda, será que esse investimento retorna ao vendedor? É isso que veremos no artigo de hoje.

Mas, antes de entender se ela atrapalha ou não a venda, vamos entender melhor sobre as especificidades da blindagem:

O que é blindagem de veículos?

A blindagem é um processo no qual os vidros e a estrutura do veículo são reforçados, tornando-o a prova de impactos mais fortes. No entanto, para realizar esse processo, existem diversas exigências legais regulamentadas pela portaria 55 do Exército Brasileiro.

A primeira delas é a do Certificado de Registro. Anteriormente esse documento era exigido apenas pelas blindadoras, mas agora ele passa a ser requerido para o consumidor final, seja ele pessoa física ou jurídica. Afinal, muitas empresas utilizam esse procedimento nos carros de seus Diretores e Presidentes.

Ver também: Carro com desconto para MEI e CNPJ: Como comprar?

Portanto, para adquirir esse documento é necessário comparecer até um despachante ou na própria blindadora, onde será efetuado o requerimento dos documentos do proprietário e do veículo que devem ser enviados para o Exército Brasileiro. Sendo assim, o CR é realizado apenas uma vez, exceto no caso da venda desse veículo.

Além disso, a manutenção também deve ser observada, isso porque o processo de recuperação de vidros blindados está proibida. Ou seja, qualquer problema e todo o conjunto deve ser trocado.

O processo de blindagem é positivo ou não?

Depende. Não há como mensurarmos a segurança daqueles que estão no veículos. Afinal, a vida é um bem inestimável. Portanto, se você acredita que tem essa necessidade para garantir a saúde daqueles que andam no veículo, invista esse valor.

Mas, quando falamos dos aspectos físicos do veículo? Como isso se dá? Afinal, o Brasil é um dos campeões desse procedimento, talvez pelos altos índices de criminalidade.

Fisicamente, existe uma limitação mínima de 115 cavalos de potência para que seja possível fazer a blindagem. Isso porque o reforço nos vidros gera um preso muito além do que o carro foi projetado, o que acaba tirando a potência do veículo. Por isso, é necessário que o carro atenda esse requisito mínimo.

Na hora da revenda, a blindagem prejudica?

Gostaríamos muito de dizer que não, mas existe sim uma desvalorização dos veículos blindados na hora da revenda. Carros blindados possuem um valor inferior de mercado quando comparado aos que não são.

O primeiro ponto negativo é que o valor investido na blindagem não retorna para as mãos do comprador. Isso porque, o valor gasto, que na maioria dos casos começa na casa dos R$50.000, se perde muito rápido, principalmente ocasionado pelo peso extra que danifica mais rapidamente diversas partes mecânicas, que não seriam danificadas numa versão original.

Igualmente, o que ocorre no mercado automobilístico é que a grande maioria dos compradores simplesmente não se interessa por um modelo blindado por conta dos gastos a mais com manutenção e combustível, ocasionados pelo peso em excesso. Isso diminui drasticamente o valor de um blindado, se comparado ao original.

Ou seja, a blindagem prejudica na precificação e dificulta, sim, a revenda.

Desse modo, você também pode se interessar por: Cuidados para vender veículos com segurança

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of