Logo Checktudo

Checktudo - Blog

Antes de comprar é melhor consultar
3 de março de 2020

Peças de reposição: vale a pena comprar carros que já saíram de linha?

No mercado de revenda de carros usados, uma das principais questões que afligem os compradores é a escassez das peças de reposição. Mesmo que sejam encontradas, podem ter um alto custo, o que dificulta a compra. 

Por isso, é importante saber quais são os cuidados que é preciso ter ao comprar e vender carros que já não têm mais suas peças sendo fabricadas pelas montadoras.

ATENÇÃO: sua empresa trabalha com revenda de carros?

Além de ter atenção à disponibilidade das peças de reposição, fazer uma consulta veicular é a melhor forma de garantir uma boa compra. 

Assim, é possível buscar veículos que estejam mais alinhados com seus objetivos de negociação. Você também pode saber todas as informações ou restrições relacionadas aos carros que sua empresa pretende comprar.

Se interessou? Preencha o formulário no nosso sistema e monte consultas personalizadas.

>>> Clique aqui para preencher o formulário da CheckTudo<<<

Por que as montadoras deixam de fabricar determinados veículos?

As montadoras de carro também são empresas. Sendo assim, precisam se adaptar às demandas atuais do mercado ou lidar com crises econômicas. Isso pode tornar difícil, em determinados momentos, continuar a fabricação de alguns modelos de veículo.

Outros motivos que fazem com que uma montadora deixe de fabricar um modelo de carro são: otimização de produção, globalização e adaptação ao perfil dos consumidores.

Quando um carro sai de linha a montadora pode parar de fabricar as peças de reposição?

O Código de Defesa do Consumidor em sua Lei 8.078/90, prevê que a oferta de peças de reposição para carros deve ser mantida por período razoável de tempo. Mas, não especifica o que é considerado esse período em dias ou meses. 

Logo, essa lei abre precedentes para diversas interpretações e isso dificulta o processo de reivindicação de direitos.

Quais são os carros com as peças de reposição mais difíceis de encontrar?

Levando em consideração a escassez ou o alto valor das peças de reposição, chegamos a uma lista dos 10 carros que atualmente têm as peças de reposição mais difíceis de encontrar:

  • Ford Taurus Lx (1995) – dificuldade de encontrar todas as peças de reposição 
  • Alfa Romeo 164 (1994) – dificuldade de encontrar todas as peças de reposição
  • Renault 19 (1995) – dificuldade de encontrar todas as peças de reposição 
  • Chrysler 300m (1999) – dificuldade de encontrar todas as peças de reposição
  • Alfa Romeo 156 (1998) – dificuldade de encontrar todas as peças de reposição
  • Citroen Xantia (1999) – dificuldade de encontrar todas as peças de reposição
  • Chevrolet Tigra (1998) – dificuldade de encontrar principalmente o vidro da traseira. Por ele se maior do que os carros de hoje em dia, o valor da troca fica muito elevado.
  • Daewoo Espero (1995)  – dificuldade de encontrar peças de acabamento
  • Citroen ZX Dakar (1997) – dificuldade de encontrar peças de acabamento
  • Subaru WRX (2009) – encontra-se as peças de reposição por um valor muito elevado 

Alguns desses veículos são vendidos por valores muito atrativos, que em um primeiro momento parecem ser um bom negócio. Mas, é preciso analisar outros fatores.

O que deve ser avaliado antes de comprar um veículo desse tipo?

Antes de realizar a compra de um veículo que tem as peças de reposição difíceis de encontrar, deve-se avaliar alguns fatores que demonstram que o carro se encontra em boas condições:

  • Alinhamento e balanceamento – um bom alinhamento e balanceamento, evita o desgaste dos pneus, faz com o que a direção fique mais segura e estável.
  •  Filtro de combustível: em boas condições garante que a sujeira do tanque de combustível não passe para o motor. 
  • Sistema de freios: se não estiver em boas condições, perde sua capacidade de frenagem.
  • Óleo do motor: para manter o motor sempre lubrificado e em boas condições é ideal que esteja sempre no nível indicado pelo fabricante e deve ser trocado constantemente.
  • Sistema de arrefecimento: a regulagem correta da temperatura do carro garante o bom funcionamento do motor e evita problemas de derretimento de peças importantes.

É extremamente importante ficar atento às condições das bombas de água, mangueiras e válvulas que fazem parte de alguns desses sistemas. Se estiverem bem conservadas, é sinal de que o carro está com a manutenção em dia.

Porém, por mais que haja chances de fazer a revenda desses veículos com uma margem de lucro interessante, muitos compradores podem não se interessar por saberem que esses veículos são difíceis de manter.

Então, antes de realizar a compra é melhor entender se esse tipo de veículo atende à expectativa dos seus clientes.

Como encontrar peças de reposição para carros?

Uma prática comumente utilizada para comprar peças de reposição para carros que já não são mais fabricadas, é a ida a um desmanche.

Mas, por não ter como garantir a procedência das peças dos veículos vendidos dessa forma, a compra por esse meio pode ser arriscada. Muitas vezes, as peças encontradas em alguns desmanches são provenientes de roubo.

Precisa saber se um veículo tem histórico de roubo e furto? Faça a consulta veicular da CheckTudo e descubra isso e muito mais.

>>> Clique aqui para fazer a consulta <<<

Exatamente por esse motivo, surgiu a Lei 12.977/14, popularmente conhecida como lei do desmanche. Essa lei prevê normas para o funcionamento dos desmanches e assim, regulamentar essa atividade.

Portanto, se precisar realizar a compra de uma peça de reposição de um carro em um desmanche, dê preferência para desmanches credenciados.

Uma outra forma de encontrar peças de reposição, é por meio de fornecedores especializados. 

Como saber se um fornecedor vende peças de qualidade?

Primeiramente, é necessário saber que cada montadora tem suas exigências específicas  em relação às certificações de qualidade. 

Na hora de comprar, deve-se perguntar ao fornecedor se as peças de reposição para carros vendidas por ele estão adequadas ao padrão exigido pela montadora do veículo comprado pela sua empresa. 

Por isso, é importante pesquisar fornecedores de qualidade e evitar realizar a compra sem ter a certeza da procedência das peças. Se possível, opte por fornecedores que vendem essas peças com garantia.

Algumas peças como botões e maçanetas, não demandam esse nível de exigência, pois são peças que dificilmente dão problema.

Enfim, por mais que os preços dos carros que já saíram de linha sejam atrativos, o que vai resultar em um bom negócio é a boa condição dos veículos somada a uma margem de lucro interessante.

Em caso de dúvidas e sugestões, utilize os comentários do blog.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of